Expressões como ” tomara que caia”, “baby doll”, “wife beater ” no mundo fashion!!!

Comportamentos femininos, modas   à serviço do desejo masculino , identificam a presença de  relações assimétricas de poder e gênero( Carol Barreto/UFB). O uso de pelas de vestuário que ganharam notoriedade como : baby doll( sexualizar a imagem infantil da mulher),  vestido strapless ( que surgiu  em 1946/Balencianga – tomara que caia,  denotava que a peça poderia cair…