“Apagaram tudo, pintaram tudo de cinza…” Escadaria da Unesp de Botucatu foi alvo de repressão nesta manhã (26/10)!

O coletivo Genis, coletivo feminista da Unesp de Botucatu desde 2013, denunciou nesta manhã o ocorrido com a Escadaria da universidade, pintada pelas estudantes e integrantes do Coletivo em protesto aos casos de assédios sexuais, estupros, violências e trotes machistas, no início do ano de 2014, para a recepção de ingressantes. Ver: http://www.fmb.unesp.br/#!/noticia/1516/coletivo-genis-realiza-pintura-de-escada-proxima-a-biblioteca/ Na página do facebook…

“Apagaram tudo, pintaram tudo de cinza…” Escadaria da Unesp de Botucatu é alvo de repressão (26/10)!!!

O coletivo genis, em sua página do facebook, soltou uma nota de repúdio ao ocorrido com a Escadaria da Unesp de Botucatu. Pintada em 2013 por estudantes e integrantes do coletivo feminista Genis, contra casos de assédio, violências e trote machista, a escadaria se tornou simbolo da luta feminista dentro da Universidade! E  HOJE (26/10/2018)…

LIEG na UNESP- Assis! “Educación y Diversidades Sexogenéricas (LGBTQI+)”

Nós, do Laboratório Interdisciplinar de Estudos de Gênero (LIEG) da Unesp de Marília, fomos prestigiar uma importante e esclarecedora palestra do Prof. José Ignacio Pichardo Galán, da Universidade Complutense de Madrid. O evento sobre Educação e Diversidades Sexogenéricas (LGBTQI+), aconteceu no dia 15 de agosto no anfiteatro Manoel Lelo Belotto da UNESP de Assis, organizado…

Feminismo Decolonial e “América Invertida”.

Nós do LIEG acabamos de finalizar mais um ciclo de estudos com sucesso!! Neste semestre trabalhamos alguns artigos do livro “Traduções da Cultura. Perspectivas críticas feministas (1970-2010), UFSC 2017. Dentre as discussões, destacamos os conceitos de colonialidade de gênero, epistemologia do sul e feminismo interseccional e decolonial. Contamos com a ajuda de mulheres marabilhosas como…

52 opções de gênero. É possível?

A revista Época publicou recentemente uma matéria sobre as 52 possíveis opções de identidade sexual no Facebook. O site Hypeness divulgou que em Nova Iorque, a Comissão dos Direitos Humanos decidiu oficializar 31 diferentes tipos de gênero. Nós do Cultura e Gênero trazemos estas discussões para pensarmos acerca das diversas formas de identificação. A questão central nos…