Alunas de Jornalismo da UNESP/Bauru  elaboraram  documentário , como trabalho de final de Curso, sobre a trajetória de mulheres , na maioria ” forasteiras” na cidade  de Bauru, centro  urbano do Oeste Paulista que teve um processo de urbanização   destacável  com o entroncamento ferroviário, o  fluxo de migrantes , as fazendas de café,   o comercio alargando horizontes e uma cultura  efervescente através de casa de  noturnas(  Bataclan, Maxin’s cuja fama chegava em São Paulo)  e muitos jornais ,  despertando o  interesse  na  região.

As mulheres entrevistadas vieram de famílias  na maioria rurais, onde ainda o homem era o provedor e detinha o poder de decisão sobre todxs. Elas contaram aspectos de sua historia de vida, conscientes hoje, de que viviam subalternizadas pela família, pelo   casamento e em algum momento , decidiram  tomar a direção de suas vidas  conquistando novos  espaços.