Lançamento do livro ” O enigma da Viuvez (2019). É o resultado de uma pesquisa sobre a “viuvez”  durante na Ditadura Militar bno Cone Sul , focando dias cidades nos anos 60-80:  São Paulo/Brasil e Córdoba/Argentina . Compra no dite da  Editora  CRV

https://editoracrv.com.br/produtos/detalhes/33646-crv

Release: A proposta foi  analisar  como esse estado civil  traduz -se em  uma identidade individual sendo  a sua construção uma das mais longevas ao pensarmos o processo civilizatório . Revela-se  com  práticas distintas quanto as relações de gênero ao diferenciar os comportamentos femininos e masculinos diante da morte e do luto. Trata-se,  de um “conceito” que interiorizado pelas pessoas e comunidades  reforça determinadas atitudes e comportamentos que se auto referenciam por  ritos de passagem e a convivência social. Ser viúva/viúvo na longa duração histórica apresenta variações no tempo e espaço, porém permaneceu com práticas e regras de bem vestir, de bem agir, de bem falar… Durante o Estado de exceção na America Latina  diante do desaparecimentos de pessoas,  a viuvez assumiu outras formas de ser  que fugiram as suas tradicionais .