LIEG – UNESP prossegue com as atividades programadas  neste 1º Semestre/2020, com a leitura do livro  de Sara AHMED, Vivir una vida feminista, Barcelona , 2018.. .

A autora  atualmente trabalha em centros e institutos sobre mulheres e feministas, na Inglaterra, desde a decada de 90, colaborando também com universidades americanas, Em 2016, renunciou ao cargo de Diretora do Centro de Pesquisa Feminista da Goldsmiths  College, em Londres em protesto à denúncias de Assédio Sexual de estudantes, que não  foram levadas  à contento,

Em seu bloc  deixou  uma questão  que vem ao encontro de nossas preocupações  feministas do LIEG,  sobre a Violência de Gênero, os abusos de poder  no espaço acadêmico onde segundo a Ahmed  há  indiferença das  instituições e o papel  de outsider de quem denuncia:

O que acontece quando alguém de uma instituição reclama de más práticas, violação de direitos ou abuso de poder? Nesta palestra, a escritora feminista Sara Ahmed explorou o como aprendemos sobre abusos de poder por parte de quem faz reclamações sobre esses abusos. Ela considera como fazer uma reclamação  e essa pessoa que reclamam acabam atrapalhando a felicidade institucional. Fazer uma reclamação também requer se tornar um mecânico institucional: você precisa descobrir como obter uma reclamação através de um sistema. A palestra explora como é difícil desvendar as experiências que levam à reclamação e as experiências de reclamação, e reflete sobre o papel das redes e intimidação”

Bloc de Sara Ahmed   – https://www.saranahmed.com/

A reunião ocorrerá no dia 21/05 com a participação da Drª Gabriella  Marques,  docente da Universidade Estadual de Santa Catarina/UDESC, para debatermos o Capítulo 2 – De cómo nos dirigen. In: AHMED, Sara. Vivir uma vida feminista.,  p. 69-95.

Divulgaremos o link da Reunião n no dia 20/05.