Pesquisas de vários institutos, seminários e debates sobre o mercado invisível da interne que investe sobre o turismo sexual, a violação de privacidade de imagens  a exploração sexual infantil e de adolescentes demonstram o  desconhecimento sobre o assunto e tem contribuído para ampliar esse  crimes.

Segundo a pesquisa realizada  pela revisita britânica The Economist, o “Brasil ocupa a 11ª melhor colocação, com 62,4 pontos, em escala que chega a cem, mas ainda falha em prover dados sobre a prevalência desse tipo de violência e em programas que previnam novos abusos”.

A discussão sobre ” sexo” na escola  fez crescer as denuncias de jovens, acuados sobre casos  e comportamentos abusivos.

Reconhecemos que a sociedade vive uma sexualização precoce, desde o Ensino Infantil. Foi estimulada  pelo  consumo, porém torna-se controversa ao bater de frente com o  discurso moralizador  existente no país  que condena qualquer  tema sobre sexo apontando a tal ” ideologia de gênero”  como a responsável pelas mudanças que vem ocorrendo no mundo.

São discursos sem fundamento que incutem , principalmente nos país, o medo de algo que desconhecem.

Há um retrocesso no ar e que poderá  causar efeitos muito mais danosos à geração de jovens  .

Resultado de imagem para Discussão de violência sexual na Escola /Universidade

Ver : seminariosfola – Exploração Sexual Infantil  – 3ª Edicão

www1.folha.uol.com.br/seminariosfolha/2019/04/folha-realiza-terceira-edicao-de-seminario-sobre-exploracao-sexual-infantil.shtml