Em uma discussão vem sendo enfrentada, com resistências, desde 2010. quando a Convenção Européia dos Direitos Humanos ( com 47 juízes) não estabeleceu em seu texto direito ao casamento homossexual.
Após um longo período de discussões e decisões individualizadas à favor, por parte parte de alguns países, a Alemanha, no dia 30/06/2017, uma dos mais resistentes, conseguiu garantir o apoio dos deputados do Parlamento e garantir a aprovação do projeto, inclusive com a revisão do posicionamento resistente da Sra. Merkel,
Com uma maioria expressiva, depois que ela liberou deputados do seu partido, a União Democrata Cristã/CDU a votarem conforme a posição individual de cada um..
Nesse momento , caso haja a positividade, a Alemanha será mais um país dentre os 13 existentes ( dos 20 países europeus) que aceitam legalmente casamentos entre pessoas do mesmo sexo.
As conquistas de direitos tem avançado, não sem resistências em cada uma em seu tempo.


(Foto: Tobias Schwarz / AFP)